Django

Como o Django funciona

15 de janeiro de 2019

Como o Django funciona

Neste artigo mais teórico, veremos como o Django funciona e de que forma é estruturado o framework, além da sua arquitetura.

Django como funciona?

Fala galera, antes de mais nada queria convida-los a conhecer minha série de Django, lá eu abordo os principais conceitos do framework e aplico tudo num projeto da vida real, confira o começo dela aqui!

Agora vamos ao que interessa!

A arquitetura do Django

Acho justo antes do funcionamento, saber em que tipo de padrão/arquitetura o Django roda em cima, não é? 🙂

Neste tema existe uma pequena divisão na comunidade uns dizem que o Django é MVC ( Model View Controller ), já outros dizem que é MTV( Model Template View ),  e na verdade ambos estão certos.

A questão é que no Django temos a ausência do Controller, porém podemos associar esta responsabilidade a View do Django.

Estes dois componentes executam um serviço praticamente igual.

Sendo assim podemos encarar os templates como a View do MVC, e o Model permanece sendo os próprios models.

Neste caso então Django pode sim ser chamado de MVC.

Já no caso do MTV, que tem o funcionamento parecido com o MVC, ele descreve realmente o fluxo do Django: models, templates e views.

Então segundo o próprio FAQ do Django, podemos chamar ele assim, porém como eles dizem é como se fosse um toc.

Do usuário ao banco de dados

Nesta sessão vamos ver como o Django funciona desde a requisição do usuário até o retorno do banco para o template.

É bom também entender que o Django separa bem definidamente o processo em duas fases Request Phase e Response Phase.

Usuário ao servidor web

Quando o usuário faz sua primeira solicitação ao nosso aplicativo, este request cai num servidor web, como por exemplo Apache ou NGINX, e da início a primeira etapa a Request Phase.

WSGI e início da Request Phase

Na primeira parte desta fase temos um ponto chave do Django, que difere de muitos frameworks, o request depois do webserver é roteado para um script chamado WSGI ( Web Server Gateway Interface ).

Este cara mapeia os requests HTTP em objetos e passa para o Django, que inicia a primeira etapa da priemira fase, chamada process_request.

O primeiro middleware: process_request

O process_request é um Middleware, o Django trabalha com vários deles e eles são basicamente gatilhos que podem ser ativados conforme o fluxo vai sendo executado dentro da aplicação.

Um bom exemplo é: se o usuário requisita uma URL que precisa de autenticação, um Middleware fará esta verificação e caso o usuário não esteja logado teremos uma mudança no fluxo e o Django irá retornar outra URL para esta pessoa, provavelmente a tela de login.

Resolução de url

E então após a primeira camada de middleware agir em cima da requisição, o framework vai redirecionar o usuário para a URL destino, que estão todas cadastradas nos arquivos urls.py da aplicação, caso você tenha interesse em saber mais sobre as urls veja este post.

Middleware process_view e View

Aqui a Request Phase está em sua última etapa, basicamente a View é analisada e novamente por uma camada de middleware chamada de process_view, e assim o próximo passo será definido.

Request e Response Cycle do Django
Request e Response Cycle do Django

Após a View ser renderizada já estaremos na Response Phase, mas antes duas coisas podem acontecer nela:

  • Página estática: a View não faz interação com o banco de dados, ela apenas retorna uma página estática, então o usuário em sequência já receberá o template destino;
  • Requisição ao BD: Esta é a outra possibilidade, requisitar algo do banco para ser retornado como resposta ao usuário, se for assim, uma conexão é estabelecida ao banco para resgatar, inserir, atualizar ou deletar uma informação, eu mostro os detalhes dos models aqui;

Início da Response Phase:

Agora estamos prestes a retornar a informação ao usuário e novamente uma outra camada de middleware é chamada, e assim iniciamos a Response Phase.

Isso acontece pois tudo que foi requisitado para o cliente já foi processado, agora precisamos retornar a ele o resultado.

process_template_response e Template:

A próxima camada chamada de process_template_response, vai iniciar a parte de renderização do template, por fim com o template renderizado temos a última camada de middlewares que é a process_response.

Tenho um post dedicado a templates, caso seja do seu interesse veja aqui!

process_response e retorno ao usuário:

Aqui temos um sinal de resposta emitido ao WSGI novamente que é um ‘Ok está tudo certo’, e assim os dados vão para o Web Server, e por fim o usuário tem a sua tela com todas as informações solicitadas, e este é o ciclo do Django.

Curiosidade: A história do framework

Django tem um nascimento bem legal, dois programadores do Lawrence Journal-World, Adrian Holovaty e Simon Willison, estavam criando vários sites em Python e devido ao grande volume de serviço eles começaram a reaproveitar alguns componentes dos projetos para tornar o processo mais rápido para eles, dando aí início ao framework. 

Simon Willison
Simon Willison

Porém no começo o framework nem tinha este nome, e não era aberto ao público, de 2003 a 2005 Adrian e Simon o utilizavam apenas para os projetos da empresa, mas no final de 2005, na sua versão 0.90, o framework foi batizado em homenagem ao guitarrista Django Reinhardt, e para a nossa alegria veio a público.

Adrian Holovaty
Adrian Holovaty

Conclusão

Vimos que tanto faz chamar o Django de MVC ou MTV, porém seus criadores o construiram pensando na arquitetura MVC, mas por ele não ter controllers e sim views e templates, você pode optar por chamar de MTV, já que o funcionamento é semelhante.

Depois foi explicado os conceitos de requests e responses, que são as duas divisões no processo de workflow do Django e também do que se constitui cada fase.

Veja aqui o resumo:

  1. Web Server: requisição entra no servidor e envia o request para o WSGI;
  2. WSGI: Mapeia a requisição em objeto e envia para o Django;
  3. process_request: primeira camada de middleware, envia para o arquivo de urls;
  4. urls: verifica qual url o usuário será destinado;
  5. process_view: segunda camada de middleware, verifica qual view o usuário precisa;
  6. views: fará o processamento dos dados;
  7. process_template_response: nesta etapa o Django verifica qual template carregar para o usuário, e suas variáveis depois da view ser resolvida;
  8. template: o HTML requisitado e os dados implementados nele;
  9. process_response: Entrega a resposta HTTP de tudo que foi processado previamente a este processo;
  10. retorno para usuário: E aqui o ciclo se finaliza mais uma vez entregando a resposta HTTP para o WSGI, depois webserver e por fim ao usuário;

E é isso galera, obrigado por lerem até o fim, compartilhem o post se possível e se inscrevam na newsletter, me ajudará muito a continuar meu trabalho. 🙂

Caso tenham alguma dúvida ou sugestão, escrevam na área de comentários abaixo.

Confira também o nosso canal do Youtube com muito conteúdo sobre programação, clicando aqui.

Até o próximo!

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Diogo Mattos

Estou muito animado com o curso! Está me ajudando muito!
Obrigado e espere que continue!
Abraços!

1
0
Would love your thoughts, please comment.x