Carreira

Quando um programador júnior vira pleno?

28 de janeiro de 2021

Quando um programador júnior vira pleno?

Neste artigo você vai aprender a identificar quando um programador júnior vira pleno, e também como medir a sua progressão de carreira

Quando um programador júnior vira pleno capa

Fala programador(a), beleza? Vamos falar um pouco sobre a carreira de desenvolvedor/programador, aprender a como progredir de cargo!

Claro que não há uma fórmula mágica para determinar quando um programador é júnior, pleno ou sênior, porém todos que mudam de cargo tem características em comum

Essas características variam de técnicas, as hard skills, como também pessoais, as soft skills

E também o tempo trabalhador na área é um fator que está correlacionado a progressão de nível de um desenvolvedor

Então por onde começar?

Segurança ao resolver problemas

Uma característica bem importante de um pleno ou nível acima é resolver problemas de forma autônoma

Isso não quer dizer que ele é um lobo solitário e não precisa mais da ajuda de outros devs

Mas sim que ele consegue solucionar problemas com pouca ou nenhuma supervisão, entregando a solução com qualidade

Um programador júnior precisa ser supervisionado, tanto pela qualidade de código que ele entrega ser de um nível bom para as empresas em que trabalha

Porém principalmente para ele evoluir e poder começar a solucionar problemas sozinho, como um pleno faz

Então se você costuma resolver os problemas sozinho, tem poucos retornos de qualidade nas tarefas, os supervisores gostam das soluções que propõe, é um grande indício que você está passando do nível júnior

E o que fazer se você ainda não resolve tarefas sozinho?

Você pode começar a “chamar a responsabilidade”, ou seja, solicitar ao seu superior para que deixa você mais solto

Podendo propor e solucionar os problemas da sua forma, sempre respeitando as diretrizes e padrões estabelecidos pela empresa

Claro que você deve ter confiança para isso, se você acredita que ainda não é a hora, não tente apressar as coisas

Outro ponto que pode estar te travando de subir este degrau, pode ser que as pessoas da empresa ainda não tem confiança no seu trabalho

Neste caso, você deve tentar melhorar o máximo possível nas tecnologias utilizadas pela empresa, para que um dia tenha esta possibilidade

Fique de olho também nas empresas que tentam apagar a luz dos funcionários, escondendo talentos por pura prepotência

Domínio na stack

Outro ponto fundamental para se tornar um programador pleno é dominar a stack, ou seja, as tecnologias que a sua empresa trabalha

Se você não souber trabalhar bem com os recursos que os softwares são construídos, não vai conseguir evoluir

A empresa precisa ter confiança no programador para poder pagar mais e dar responsabilidades mais grandes

Então foque nos estudos fora do horário de trabalho, para conseguir atingir níveis satisfatórios no que é utilizado lá

A profissão de desenvolvedor tem esta característica bem forte: você precisa estudar muito para estar entre os melhores

Se você parar de aprender hoje qualquer coisa relacionada a tecnologia, é quase certo que em no máximo dois anos esteja defasado no mercado

Quem dirá então subir na hierarquia de cargos, então tenha sempre o hábito de estudar um pouco após ou antes o trabalho

Lembre-se que alguém estará estudando, e pode ser ele que vai ser o pleno e não você

E a empresa?

Muito importante e que tem uma parcela de peso na transição de carreira é a empresa em que você trabalha

Com certeza uma empresa ruim pode prejudicar o seu progresso, então fique sempre atento e meça o seu progresso

Se você ver que a empresa está segurando a sua promoção, talvez seja uma boa hora para olhar para as demais e tentar uma nova vaga

O que não falta é empresa de tecnologia, e sempre é bom respirar novos ares

Você pode medir isso pedindo feedback para os seus superiores, se eles não tem um plano muito claro de evolução para você, pode ser que você nunca vá evoluir lá

Pense nisso! =)

Tempo de carreira

Também não é apenas estudo que vai fazer você saber quando um programador júnior vira pleno, o tempo de carreira diz muito

Não é um fator determinante pois você pode ficar dez anos trabalhando na mesma empresa e sempre fazendo a mesma coisa, isso é possível sim =)

Porém a chance maior é que uma pessoa com mais tempo de carreira tenha trabalhado e entregado mais projetos que uma que está recém começando

Não é certo determinar um tempo x para um júnior se tornar pleno, porém eu particularmente acredito que a partir de dois anos já viável

Isso se você está também trabalhando nos outros pontos abordados neste artigo

E se você quer acelerar ainda mais este processo, pode trabalhar em uma fábrica de softwares

Nestes locais a chance de você trabalhar em vários projetos é muito alta, porém o ambiente costuma ser desgastante e com alta rotatividade de funcionários

As metas geralmente são curtas, produtos mal planejados também podem aparecer

Mas é inegável que você vai acelerar a sua carreira, pois vai ter contato com muitas tecnologias, diversos problemas para resolver, então pode ser muito útil para o que você almeja

Nada com 100% de certeza, mas é uma alternativa interessante

Conclusão

Neste artigo falamos sobre como e quando um programador júnior vira pleno

Como dito anteriormente, não há uma fórmula exata ou sequência de passos a seguir

Precisamos nos atentar aos detalhes, estudar muito e também puxar a responsabilidade

E é claro, não adianta tentar forçar muito a sua mudança de nível, o tempo pode mandar bastante nisso, precisamos saber respeitá-lo

E muito mais que isso, cada um vai evoluir de carreira em um tempo diferente, você precisa entender isso 🙂

Confira também nosso catálogo de cursos gratuitos, com aulas semanais no YouTube

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x