Carreira

Desenvolvedor web: o que faz? 

25 de julho de 2022

Desenvolvedor web: o que faz? 

O conteúdo de hoje é direcionado para quem ainda não conhece muito sobre a atuação no setor de tecnologia e tem dúvidas sobre o que faz um desenvolvedor web. 

Apesar de estarmos sempre ouvindo sobre o setor de desenvolvimento web estar aquecido ou que há muitas vagas no mercado, nem sempre há uma clareza sobre a atuação desses profissionais. 

E logo de início, é importante dizer que existem diferentes tipos de desenvolvedor web, que podem atuar em espaços bem distintos. 

Por isso, a Hora de Codar traz, neste texto, informações atualizadas sobre o desenvolvimento web, além de alguns dados interessantes sobre o mercado de trabalho no Brasil da atualidade. Vem com a gente para se informar!

O mercado para desenvolvedor web no Brasil

A gente comentou o quanto as carreiras voltadas para a tecnologia são consideradas como requisitadas. E as vagas para desenvolvedor — também chamado de dev ou developer — são numerosas, sobretudo em comparação com outras carreiras. 

De acordo com a Revista Exame, em abril de 2022 era mais de 20 mil vagas para o setor de tecnologia e, entre essas, as cinco maiores demandas são para desenvolvedor: 

  1. Desenvolvedor Java
  2. Desenvolvedor Front-end
  3. Desenvolvedor Back-end
  4. Desenvolvedor .NET
  5. Desenvolvedor PHP

Outra informação interessante sobre o mercado é o crescimento da participação feminina. Ele ainda é pequeno, mas indica uma mudança no setor. Segundo a Catho, nos primeiros meses de 2022, houve um crescimento de 2% no número de mulheres atuando na área de tecnologia. 

O que faz um desenvolvedor web? 

O desenvolvedor web é responsável por criar um sites, softwares, banco de dados, aplicativos ou outras plataformas que utilizamos na internet. Entendendo esse princípio básico, fica fácil entender por que esses profissionais são cada vez mais requisitados. Afinal, essas ferramentas são parte do cotidiano de quase todas as empresas. 

Agora, aprofundando a explicação sobre o desenvolvimento web, vamos pensar no site, que é o principal exemplo. Ao criar um site, o desenvolvedor deverá construir, do zero, toda a estrutura, bem como garantir o funcionamento de todas as páginas e suas diferentes funções. 

Para tanto, são utilizadas as linguagens de programação. Em muitos casos, o desenvolvedor deverá  recorrer a mais de uma delas para dar conta da codificação de um sistema funcional. Além disso, existem diferentes tipos de programação, que explicaremos a seguir. 

Tipos de desenvolvedor web

Pensando na sistematização de uma ferramenta web desde o início, o desenvolvedor web poderá atuar em linhas diversas: 

  • Desenvolvedor back-end: é o profissional que desenvolve o que está “por trás” de um site ou ferramenta. Na prática, ele produz tudo aquilo que o usuário não vê, mas que precisa existir para estruturar o sistema antes que ele seja utilizável. 
  • Desenvolvedor front-end: em oposição, quem atua com front-end desenvolve tudo o que o usuário interage ao utilizar a ferramenta, mas do ponto de vista da linguagem de programação e não apenas do design. 
  • Desenvolvedor full-stack: há, ainda, o profissional que realiza as duas funções, desenvolvendo sistemas, ou seja, que domina tanto o front-end quanto o back-end. 

Vale dizer que a maior parte dos desenvolvedores, após alguns anos de experiência, acaba conhecendo tanto o back-end quanto o front-end. Porém, alguns optam por trabalhar com aquilo que têm mais domínio ou facilidade. Outros preferem a atuação com full-stack, que também é bastante solicitada no mercado. 

Há, ainda, algumas especificidades em relação ao profissional que se especializa no uso de JavaScript, que serve tanto para back-end quanto front-end. Você poderá entender melhor essa questão no texto sobre 5 motivos para fazer um curso de JS

Dicas da Hora de Codar

A primeira dica é ver o vídeo do Matheus Battisti em que ele conta todos os segredos para você se tornar um dev eficiente!

Além disso, vale a pena pensar alguns pontos importantes para a atuação com desenvolvedor web: 

  • Não existe desenvolvedor, de nenhum tipo, que não precise estar em constante atualização dos seus conhecimentos. Ou seja: faça cursos para se aprimorar e conhecer cada vez mais. 
  • Quanto mais você tiver contato com a área de tecnologia, mais você estará familiarizado com os conteúdos, termos específicos e, claro, como é a carreira na prática. 
  • Para atuar como dev, é interessante que você tenha um foco, entendendo onde, como e com quais linguagens pretende trabalhar. Não adianta “atirar para todos os lados”. 

A Hora de Codar é o canal perfeito para você colocar todas essas dicas em prática. Por isso, recomendamos que siga nossas redes sociais: YouTube, Instagram, Facebook e LinkedIn. Aproveite vários conteúdos pensados para quem quer se tornar desenvolvedor ou ampliar os conhecimentos nessa área!

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Caio Roberto

Excelente artigo professor, acho que ajudará muitos a sanar dúvidas que possam ter sobre o tema.

1
0
Would love your thoughts, please comment.x